<$BlogRSDURL$>
eternuridade
Eternuridade, s.f. (do lat. aeternitate por aglutinação com do lat. ternu). Qualidade efémera do que é terno. O que há de eterno no transitório. Afecto muito longo; tristeza suave e demorada. textos e fotos: gouveiamonteiro(at)gmail(dot)com LIGAÇÕES
.: www.luisgouveiamonteiro.com
.: A Natureza do Mal
.: Mar Salgado
.: Lita
.: Lito
.: Físico Prodigioso
.: Rua dos Ferreiros
.: Domingo à tarde
.: A minha afilhada
31 de janeiro de 2007
Deixa ver se consigo mudar esta publicidade aqui em cima

Coisas bonitas, as montanhas da Suíça, o vento, a música, comisa caseira, crianças contentes e patuscadas com os amigos.
.: Publicado por lgm @ 1/31/2007 - 0 Comentário(s)
30 de janeiro de 2007
Aquela história do cada um tem o que merece é a ideia mais reaccionária do mundo, mas depois há os anúncios google. Por aqui anda-se entre a solidão e a pornografia, olhem aqui em cima: atrair o homem, charme mulher, atrair na cama. O Mexia, pelo contrário, está (brilhante) em hurricane relief.
.: Publicado por lgm @ 1/30/2007 - 0 Comentário(s)
29 de janeiro de 2007
Sim, f#$%-se, claro, que pergunta!
.: Publicado por lgm @ 1/29/2007 - 0 Comentário(s)
.: Publicado por lgm @ 1/29/2007 - 0 Comentário(s)
Envolvidos

Dizia uma conviva loura da Nova Zelândia, no fim de um jantar de amigos em que seguimos o costume de falar dos ausentes, apenas em inglês para que os antípodas nos pudessem acompanhar: "acho maravilhoso como vocês estão envolvidos nas vidas uns dos outros". A gente respondeu que temos espíritos de porteira, que somos a pressão social, que somos cuscas porque aqui tudo é pequeno e de aldeia. Porque aqui não há sossego possível.
Mas a rapariga tem razão. No jantar, como sempre, tinham estado na ribalta amigos ausentes cujas vidas morais, sexuais, profissionais, etc.. foram investigadas muito para lá do metro quadrado de privacidade a que todos temos direito. Toda a gente, conhecendo melhor ou pior os visados, teve um palpite estupendo para dar. É normal. Ela achou bonito.
É o que a gente faz, é o que nos faz a gente, é o que faz de nós gente. Já usei os dois regimes. Primeiro achei cobarde, de outro planeta, julgar os ausentes falando do que nunca se lhes diria na cara. Nos intervalos lúcidos prefero achar que isso é uma coisa saudável, que a gente se preocupa, se divirte, se mistura, que a gente palpita. Não somos assim tão importantes para ter alguma coisa a esconder. Já me achei melhor do que o mundo, às vezes sinto-me pior, mas bem feitas as contas somos iguais. É tudo natural, o problema é esse. Como um vírus.
Por vezes, com certos amigos, temos a obrigação de lhes dizer em privado aquilo que eles trazem escrito na cara. As pessoas não se conseguem ver ao espelho porque fazem uma cara, sempre a mesma, que serve de máscara para o espelho. Não é a cara que outros lhe conhecem, que lhe conseguem ler. É só uma cara para ficar mais bonito, para resistir ao tempo, uma cara segura. Ora porteiras, ora amigos, envolvidos. É fixe, a rapariga da Nova Zelândia achou fixe.
.: Publicado por lgm @ 1/29/2007 - 0 Comentário(s)
28 de janeiro de 2007
.: Publicado por lgm @ 1/28/2007 - 0 Comentário(s)

Está criada a necessidade.
.: Publicado por lgm @ 1/28/2007 - 0 Comentário(s)
18 de janeiro de 2007
.: Publicado por lgm @ 1/18/2007 - 0 Comentário(s)
17 de janeiro de 2007
Fizemos amor com Neanderthais
Não é nada que as raparigas da minha rua não andem há séculos a dizer umas às outras.
.: Publicado por lgm @ 1/17/2007 - 2 Comentário(s)
13 de janeiro de 2007
Macau 2007
Procuro-te sempre no sitemeter. Há anos. Primeiro pela página de entrada, depois pela ligação remetente, depois pela localização. Há IP's que já conheço de cor: Singapura, Macau, Ilha de França. No hi5 também. Agora a página mostra-me a data do teu último log-in. Consigo saber quando foi a última vez que lá foste. É bom, aproxima. Dá-me a sensação de passar num sítio onde tu estiveste há pouco tempo. Bom, tudo se tornou uma coisa normal. O Vô Lito tem um blog, chama-se Bilografia.
.: Publicado por lgm @ 1/13/2007 - 0 Comentário(s)
11 de janeiro de 2007
Presque 25

Havemos de regressar às urtigas.
.: Publicado por lgm @ 1/11/2007 - 0 Comentário(s)
8 de janeiro de 2007
Rock 'N' Roll Suicide

Continuam as celebrações do Dia Bowie. No dia 3 de Julho de 1973, no Hammersmith Odeon Theatre, David Bowie leva à cena a morte de Ziggy Stardust e anuncia o final da digressão, da personagem e da banda. Ninguém sabia de nada, nem os músicos, que ainda hoje se queixam do abandono depois de um papel (muito) activo na fase mais produtiva e interessante de Bowie. O video documenta estes últimos e dramáticos instantes: no pico da sua ascenção, Ziggy trai as aranhas de marte, anuncia a própria queda e despede-se com Rock 'N' Roll Suicide. Nunca mais ninguém o viu.
.: Publicado por lgm @ 1/08/2007 - 0 Comentário(s)
60

Dá-lhe, Ziggy, dá-lhe com força. Não estás sozinho.
.: Publicado por lgm @ 1/08/2007 - 0 Comentário(s)
4 de janeiro de 2007
.: Publicado por lgm @ 1/04/2007 - 1 Comentário(s)
1 de janeiro de 2007
Vou fazer um túnel daqui até ao Verão. Vai estar pronto na Primavera.
.: Publicado por lgm @ 1/01/2007 - 0 Comentário(s)
CAIXA NEGRA
Setembro 2003 :: Outubro 2003 :: Novembro 2003 :: Dezembro 2003 :: Janeiro 2004 :: Fevereiro 2004 :: Março 2004 :: Abril 2004 :: Maio 2004 :: Junho 2004 :: Julho 2004 :: Agosto 2004 :: Setembro 2004 :: Outubro 2004 :: Novembro 2004 :: Dezembro 2004 :: Janeiro 2005 :: Fevereiro 2005 :: Março 2005 :: Abril 2005 :: Maio 2005 :: Junho 2005 :: Julho 2005 :: Setembro 2005 :: Outubro 2005 :: Novembro 2005 :: Dezembro 2005 :: Janeiro 2006 :: Fevereiro 2006 :: Março 2006 :: Abril 2006 :: Maio 2006 :: Junho 2006 :: Julho 2006 :: Agosto 2006 :: Setembro 2006 :: Outubro 2006 :: Novembro 2006 :: Dezembro 2006 :: Janeiro 2007 :: Fevereiro 2007 :: Março 2007 :: Abril 2007 :: Maio 2007 :: Junho 2007 :: Julho 2007 :: Outubro 2007 :: Dezembro 2007 :: Janeiro 2008 :: Março 2008 :: Abril 2008 :: Maio 2008 :: Junho 2008 :: Julho 2008 :: Agosto 2008 :: Setembro 2008 :: Outubro 2008 :: Dezembro 2008 :: Fevereiro 2009 :: Março 2009 :: Abril 2009 :: Maio 2009 :: Agosto 2009 :: Setembro 2009 :: Novembro 2009 :: Dezembro 2009 :: Janeiro 2010 :: Fevereiro 2010 :: Maio 2010 :: Dezembro 2010 :: Setembro 2012 :: Dezembro 2012 :: Janeiro 2013 :: Novembro 2014 ::