<$BlogRSDURL$>
eternuridade
Eternuridade, s.f. (do lat. aeternitate por aglutinação com do lat. ternu). Qualidade efémera do que é terno. O que há de eterno no transitório. Afecto muito longo; tristeza suave e demorada. textos e fotos: gouveiamonteiro(at)gmail(dot)com LIGAÇÕES
.: www.luisgouveiamonteiro.com
.: A Natureza do Mal
.: Mar Salgado
.: Lita
.: Lito
.: Físico Prodigioso
.: Rua dos Ferreiros
.: Domingo à tarde
.: A minha afilhada
4 de dezembro de 2010
Was this the face that launch'd a thousand ships,
And burnt the topless towers of Ilium?
Sweet Helen, make me immortal with a kiss.
Her lips suck forth my soul: see where it flies!
Come, Helen, come, give me my soul again.
Here will I dwell, for heaven is in these lips,
And all is dross that is not Helena.
I will be Paris, and for love of thee,
Instead of Troy, shall Wittenberg be sack'd;
And I will combat with weak Menelaus,
And wear thy colours on my plumed crest;
Yea, I will wound Achilles in the heel,
And then return to Helen for a kiss.
O, thou art fairer than the evening air
Clad in the beauty of a thousand stars;
Brighter art thou than flaming Jupiter
When he appear'd to hapless Semele;
More lovely than the monarch of the sky
In wanton Arethusa's azur'd arms;
And none but thou shalt be my paramour!
Commentários:
Pour Hélène se conjurèrent les sèves ornamentales dans les ombres vierges et les clartés impassibles dans le silence astral. L'ardeur de l'été fut confiée à des oiseaux muets et l'indolence requise à une barque de deuils sans prix par des anses d'amours morts et de parfums affaissés.
Après le moment de l'air des bûcheronnes à la rumeur du torrent sous la ruine des bois, de la sonnerie des bestiaux à l'écho des vals, et des cris des steppes. -Pour l'enfance d'Hélène frissonnèrent les fourrures et les ombres - et le sein des pauvres, et les légendes du ciel.
.: Comentado por Blogger Helena : 9:44 da tarde  
Enviar um comentário
CAIXA NEGRA
Setembro 2003 :: Outubro 2003 :: Novembro 2003 :: Dezembro 2003 :: Janeiro 2004 :: Fevereiro 2004 :: Março 2004 :: Abril 2004 :: Maio 2004 :: Junho 2004 :: Julho 2004 :: Agosto 2004 :: Setembro 2004 :: Outubro 2004 :: Novembro 2004 :: Dezembro 2004 :: Janeiro 2005 :: Fevereiro 2005 :: Março 2005 :: Abril 2005 :: Maio 2005 :: Junho 2005 :: Julho 2005 :: Setembro 2005 :: Outubro 2005 :: Novembro 2005 :: Dezembro 2005 :: Janeiro 2006 :: Fevereiro 2006 :: Março 2006 :: Abril 2006 :: Maio 2006 :: Junho 2006 :: Julho 2006 :: Agosto 2006 :: Setembro 2006 :: Outubro 2006 :: Novembro 2006 :: Dezembro 2006 :: Janeiro 2007 :: Fevereiro 2007 :: Março 2007 :: Abril 2007 :: Maio 2007 :: Junho 2007 :: Julho 2007 :: Outubro 2007 :: Dezembro 2007 :: Janeiro 2008 :: Março 2008 :: Abril 2008 :: Maio 2008 :: Junho 2008 :: Julho 2008 :: Agosto 2008 :: Setembro 2008 :: Outubro 2008 :: Dezembro 2008 :: Fevereiro 2009 :: Março 2009 :: Abril 2009 :: Maio 2009 :: Agosto 2009 :: Setembro 2009 :: Novembro 2009 :: Dezembro 2009 :: Janeiro 2010 :: Fevereiro 2010 :: Maio 2010 :: Dezembro 2010 :: Setembro 2012 :: Dezembro 2012 :: Janeiro 2013 :: Novembro 2014 ::